SOROCABA E REGIÃO

Denúncia de ex-secretário motiva inquérito na polícia

A Polícia Civil instaurou o inquérito para apurar a denúncia feita pelo presidente do PSDB em Sorocaba e ex-secretário de Governo e Administração de Antonio Carlos Pannunzio, João Leandro da Costa Filho, por crime contra a honra, no caso a calúnia, por parte do prefeito de Sorocaba, José Crespo (DEM). João Leandro alega ter juntado várias provas com afirmações de Crespo na imprensa em que o atual prefeito acusa o governo anterior de formação de quadrilha, sobretudo em relação ao contrato da merenda escolar, além de fazer suposições de desvio de verba.  Na quarta-feira passada, dia 9, Crespo recebeu ofício sobre a instauração do inquérito. A Secretaria de Assuntos Jurídicos e Patrimoniais da Prefeitura de Sorocaba confirmou que foi notificada do ofício e afirma que o está analisando para responder à Polícia Civil. Crespo precisará indicar dia, horário e local em que a polícia poderá colher seu depoimento. De acordo com o delegado Marcelo Carriel, titular da Delegacia Seccional de Sorocaba, como se trata do prefeito da cidade, Crespo tem a prerrogativa de apontar a data em que estará disponível. O inquérito tem prazo de 30 dias para ser encerrado, mas pode ser prorrogado.  Em reportagem publicada no dia 2 de agosto pelo jornal Cruzeiro do Sul, João Leandro afirmou que a decisão de pedir a abertura do inquérito policial contra Crespo foi dele e não do partido, e disse que fez a solicitação como pessoa física. (Da Redação)



comments powered by Disqus