CULTURA

Cultura muda formato de seleção de filmes do Brasil para o Oscar

O Ministério da Cultura, agora chefiado por Sérgio Sá Leitão, divulgou na sexta-feira (11) que a seleção do filme nacional para concorrer ao Oscar será coordenada pela ABC (Academia Brasileira de Cinema), e não mais pela SAv (Secretaria do Audiovisual). A decisão acontece um ano após a polêmica ocorrida em 2016, quando o filme "Pequeno Segredo" desbancou "Aquarius" e gerou uma celeuma no meio audiovisual brasileiro.

Na época, parte expressiva da área encarou a escolha tomada pela comissão da SAv como uma chantagem política contra a equipe de "Aquarius", que protestou contra o governo Temer em Cannes. Para a próxima edição, as inscrições do filme brasileiro que vai concorrer a uma das cinco vagas de indicados ao Oscar de melhor filme estrangeiro estão abertas até o dia 31 de agosto.

Podem ser inscritos filmes que foram lançados e exibidos entre o dia 1º de outubro de 2016 e 30 de setembro de 2017, em circuito comercial, por pelo menos sete dias consecutivos. A partir deste ano, as inscrições serão totalmente online. De acordo com a nota divulgada, a análise por parte da comissão de jurados também será feita eletronicamente. O escolhido será divulgado no dia 15 de setembro.

Segundo o secretário do audiovisual do Minc, João Batista Silva, "o novo método serve como uma alternativa mais sustentável e célere ao dispensar a tramitação de papéis e mídias via Correios". (Folhapress)


OCULTAR COMENTÁRIOS
comments powered by Disqus