SOROCABA E REGIÃO

Crespo e Jaqueline são convocados pela Justiça para prestar explicações nesta quinta-feira


A desembargadora Isabel Cogan, do Tribunal de Justiça do Estado, deverá ouvir, em seu gabinete, nesta quinta-feira (03), às 14h30, as razões da vice-prefeita Jaqueline Coutinho (PTB) e as do prefeito José Crespo (DEM) sobre o episódio que desencadeou a crise política no município e que resultou no impedimento dela de acessar o seu gabinete no sexto andar do Paço. O comparecimento tanto da vice quanto do prefeito é facultativo, e se ambos decidirem atender à convocação, deverão estar acompanhados dos advogados. Jaqueline confirmou presença, já Crespo, ontem, diante de questionamento feito por esta coluna, limitou-se a informar, por meio da Secretaria de Comunicação e Eventos (Secom), que ele não teria sido notificado ainda e não respondeu se ele iria ou não mesmo sem ter sido notificado, como ele alegava. Diante disso, sua presença hoje é incerta.

Isabel Cogan é a relatora do recurso apresentado por Jaqueline contra a decisão do juiz da Vara da Fazenda Pública de Sorocaba, Alexandre Dartanham de Mello Guerra, que indeferiu o pedido de liminar para que ela voltasse a ocupar sua sala na Prefeitura. O Tribunal de Justiça também negou o requerimento encaminhado com o mesmo objetivo. Se o encontro acontecer, e os dois participarem, existe a possibilidade de um entendimento que pode colocar fim no impasse, ao menos naquilo que se refere ao uso do gabinete antes ocupado pela vice. Jaqueline recebeu comunicação oficial do prefeito de que não poderia permanecer na sala, de onde teve de sair no prazo de 24 horas.


OCULTAR COMENTÁRIOS
comments powered by Disqus