SOROCABA E REGIÃO

Número de vítimas de acidentes de trânsito reduz 17% em Sorocaba



Sorocaba registrou queda de 17% no número de vítimas de acidentes de trânsito na cidade na comparação dos cinco primeiros meses de 2017 (janeiro a maio) com o mesmo período do ano passado. Segundo dados da Secretaria Estadual de Segurança Pública (SSP-SP), de janeiro a maio deste ano foram 377 vítimas de acidentes de trânsito contra 442 nos cinco primeiros meses de 2016.

Contudo, o número de mortes no trânsito sorocabano teve um pequeno aumento no mesmo período analisado: foram 21 de janeiro a maio de 2017 contra 19 no mesmo período do ano passado. Para o engenheiro de trânsito e transporte, Adalberto Nascimento, apesar da queda, os números ainda são altos e preocupantes. Ele defende que são necessárias campanhas efetivas e permanentes de educação no trânsito e respeito à sinalização, além de fiscalizações constantes.

Nascimento afirma ainda que as principais causas de acidentes na cidade com relação às mortes no trânsito são causadas por excesso de velocidade dos motoristas, embriaguez ao volante e imprudência. Além disso, ele destaca que é necessário que haja campanhas permanentes para conscientizar os motoristas e diminuir ainda mais os números. "A educação no trânsito deveria ser matéria escolar para as crianças, como já ocorre em outros países".

Já os motoristas afirmam que o trânsito em Sorocaba é bastante perigoso e que eles costumam presenciar acidentes constantemente. É o caso de Jéssica Carina Zambonini, 34 anos, que dirige em Sorocaba e conta que acha o trânsito bastante perigoso na cidade. Ela afirma que frequentemente havia acidentes na rua Pedro José Senger, na zona leste da cidade, e que as ocorrências diminuíram um pouco depois da instalação de lombadas no local. Para ela, também é necessário fazer mais fiscalizações para coibir os motoristas que dirigem embriagados. "Os motoristas ainda abusam um pouco da velocidade e acabam provocando acidentes de trânsito. Além disso, as fiscalizações com bafômetros deveriam ocorrer com maior frequência na cidade".

Já o funcionário público Manoel Oliveira, 57 anos, disse que as motocicletas costumam abusar da velocidade e acabam provocando acidentes de trânsito na cidade. "Frequentemente a gente vê nas ruas algum acidente envolvendo moto e algum veículo. As motos passam com excesso de velocidade e costurando o trânsito e aí acaba ocorrendo acidente quando algum carro vai mudar de faixa." Manoel também acredita que seria fundamental aumentar as campanhas educativas para conscientizar os motoristas sobre a importância de respeitar a sinalização de trânsito para evitar acidentes e mortes. "Muitos motoristas ainda são imprudentes, passam no sinal vermelho, abusam da velocidade, entre outras infrações".

A Prefeitura de Sorocaba afirma que iniciou em março último, entre outras ações, a campanha "Educação no trânsito é lição de casa", em escolas públicas e particulares da cidade. Segundo a Urbes, o objetivo da campanha educativa é incentivar a boa conduta no trânsito da cidade, evitando possíveis acidentes. Abordagens foram feitas em sala de aula pela equipe de Educação para o Trânsito, por meio de palestras e distribuição de cartilhas educativas, além de outras ações. A Urbes disse que também realiza com a Polícia Militar permanentemente a blitz da Operação Lei Seca, em diversos locais da cidade, e também próximas a bares, casas de shows e festas, com o objetivo de fiscalizar e orientar motoristas sobre o respeito à proibição de dirigir veículo automotor após consumir bebidas alcoólicas, além de reduzir o número de acidentes.


OCULTAR COMENTÁRIOS
comments powered by Disqus