SOROCABA E REGIÃO

Grupo faz mutirão para buscar estudante desaparecida em Itu

Familiares e amigos promoveram nesta terça-feira (16) um mutirão em busca de Isabela Ferreira, 17 anos, que teria sido morta pelo cunhado no fim de semana passado, em Itu. Eles acreditam que ela possa estar viva e desaparecida. O grupo, formado por aproximadamente 50 pessoas, utilizou 10 carros e duas motocicletas para percorrer estradas e buscar imagens de câmeras de segurança para tentar conseguir alguma pista da estudante.

Amigo de Isabela, Lucas Neris de Andrade, 18, participou da busca. Segundo ele, a procura por alguma pista relacionada à estudante desaparecida começou às 9h e terminou ao escurecer. O mutirão será retomado nesta quarta-feira (17) pela manhã na região do bairro Potiguara e não tem hora para terminar. "Acreditamos que a Isabela está viva", comenta.

Após ter sido preso, o suspeito João Felipe Oliveira de Moura, 20, teria confessado o crime à polícia. No depoimento, ele teria admitido ter tentado estuprar a jovem. Na sequência, a estrangulou e jogou o corpo no rio Tietê, de cima de uma ponte, nas proximidades da Estrada Parque, em Itu.

O rapaz foi indiciado por tentativa de estupro e feminicídio. Enquanto aguardava transferência a um presídio, ele teria usado os cadarços dos próprios tênis para se enforcar.

Desaparecida desde sábado, Isabela tem sido procurada diariamente pelo Corpo de Bombeiros. O quarto dia de buscas será retomado hoje, às 6h, pelas guarnições de Itu e Salto.


OCULTAR COMENTÁRIOS
comments powered by Disqus