SOROCABA E REGIÃO

Carandá entrega mais 160 unidades nesta sexta-feira


Após impasse que adiou a entrega das 672 unidades restantes do Residencial Carandá por pelo menos duas vezes nos últimos 15 dias, a Prefeitura de Sorocaba, o Ministério das Cidades e o Banco do Brasil (BB) entraram em acordo e divulgaram na tarde de ontem um novo cronograma para a mudança das famílias que ainda não ocuparam seus apartamentos. A entrega será feita de forma parcial e em três etapas, a partir desta sexta-feira (07). A vinda do ministro das Cidades, Bruno Araújo, que estava prevista para hoje foi transferida para o dia 13, quinta-feira da semana que vem, dia também da entrega das chaves das últimas 352 unidades. O Ministério das Cidades, por meio de nota, confirmou que autorizou a Prefeitura de Sorocaba a fazer as entregas operacionais das unidades restantes do Carandá, a partir desta sexta, conforme cronograma aprovado pelo governo federal, em comum acordo entre o município e o BB. O ministério destacou ainda que o ministro Bruno Araújo estará presente no último dia da entrega dos apartamentos. Posicionamento semelhante foi informado pelo Banco do Brasil.

O secretário de Habitação e Regularização Fundiária (Sehab), Maurício Augusto Coimbra Campanati, informou que o novo cronograma de mudança para as 672 unidades restantes do Carandá foi definido após ser aprovado pelo BB e pelo Ministério das Cidades. Segundo Campanati, hoje será feita a entrega de apenas 160 unidades, e não dos 496 apartamentos como estava programado anteriormente pelo Ministério das Cidades. Outras 160 unidades serão entregues na segunda-feira (10), e as 352 restantes serão entregues pelo ministro na quinta (13). Segundo a Prefeitura, houve atraso nas vistorias finais das unidades e nem todos os apartamentos ficaram prontos para serem ocupados hoje.

Segundo o cronograma, hoje 160 famílias se mudam para o Condomínio Macaúba (H01). Na segunda, mais 160 famílias se mudarão para o Condomínio Araucária (H02), e na quinta serão entregues os últimos 352 apartamentos, sendo 176 do Condomínio Figueiras (G01) e 176 do Jerivás (G02). A ordem das mudanças é às 8h para os proprietários do quarto andar, às 10h para os do terceiro, às 13h para os do segundo e às 15h para os do primeiro andar.

A ocupação das unidades do residencial começou no dia 25 de março e até o dia 28 no total 1.888 unidades foram habitadas, de um total de 2.560. Porém, no dia 27 de março, o Ministério das Cidades divulgou nota para a imprensa informando que a Prefeitura de Sorocaba tinha feito a entrega dos apartamentos sem a autorização do órgão federal, pois o empreendimento é do programa Minha Casa, Minha Vida do governo federal, e que prevê que as entregas das unidades sejam feitas todas de uma vez e não de forma parcial como foi feita pelo município. Em função do impasse, Crespo se reuniu com o ministro em Brasília na quarta. Sobre a reunião, o prefeito disse que foi para "arrematar as informações que ainda faltavam sobre a data da festa".



comments powered by Disqus