_ Liminar suspende aumento nos ônibus intermunicipais - 11/01/17 - SOROCABA E REGIÃO - Jornal Cruzeiro do Sul
SOROCABA E REGIÃO

Liminar suspende aumento nos ônibus intermunicipais


As tarifas dos ônibus intermunicipais na Região Metropolitana de Sorocaba retornarão na próxima sexta-feira (13) aos valores praticados antes do aumento do último dia 8, informou a Empresa Metropolitana de Transportes Urbanos (EMTU). A decisão atende a liminar mantida ontem pelo Tribunal de Justiça do Estado de São Paulo (TJ/SP), que suspende o aumento das tarifas na capital e outras regiões paulistas.

Na região de Sorocaba serão afetadas as cidades de Alambari, Alumínio, Araçariguama, Araçoiaba da Serra, Boituva, Capela do Alto, Cerquilho, Cesário Lange, Ibiúna, Iperó, Itu, Jumirim, Mairinque, Piedade, Pilar do Sul, Porto Feliz, Salto, Salto de Pirapora, São Miguel Arcano, São Roque, Sarapuí, Sorocaba, Tapiraí, Tatuí, Tietê e Votorantim. 

Capital, Vale do Paraíba e Litoral Norte

Em razão da determinação da Justiça, a partir da zero hora do dia 11, as linhas de ônibus intermunicipais na área 5 da Região Metropolitana de São Paulo (correspondente ao ABC, com exceção do Corredor ABD) também voltarão a ter as tarifas praticadas até 7 de janeiro de 2017. 

As passagens das linhas intermunicipais nas regiões metropolitanas de Campinas, Baixada Santista, as áreas 1, 2, 3, 4 e o Corredor ABD da Região Metropolitana de São Paulo, não estão incluídas na determinação judicial e terão os reajustes mantidos. 

Na capital, o Metrô, a CPTM, a EMTU e a SPTrans, empresa gestora do Bilhete Único, foram notificados nesta terça-feira para que as tarifas de integração do Metrô e da CPTM sejam alteradas. Todos os bilhetes terão o preço praticado até 7 de janeiro de 2017. A Prefeitura de São Paulo também manterá os valores praticados até essa data.

O governo alega que o atendimento da ordem liminar impacta financeiramente de forma drástica e prejudicial o sistema de transporte e os cofres do governo do Estado. Se mantida, informa, a decisão causará em 2017 um impacto financeiro de aproximadamente R$ 220 milhões para Metrô (R$ 115 milhões), CPTM: (R$ 77 milhões) e EMTU (R$ 28 milhões).


OCULTAR COMENTÁRIOS
comments powered by Disqus