SOROCABA E REGIÃO

José Crespo (DEM) e Raul Marcelo (Psol) evitam ataques no horário eleitoral da TV neste sábado


Os vinte segundos finais da propaganda eleitoral da tevê do candidato José Crespo (DEM), exibida na hora do almoço e na noite de ontem, foram ocupados pela campanha do candidato do Psol, Raul Marcelo. Esse tempo de 40 segundos somados foi determinado pela Justiça Eleitoral. O Psol conquistou esse direito de resposta para negar que Raul Marcelo tem o apoio do PT ou do PCdoB, na forma como foi divulgado no horário eleitoral do candidato José Crespo.

Fora essa incursão determinada pela Justiça, na propaganda eleitoral dos dois candidatos às 13h deste sábado não houve ataques de nenhuma das duas campanhas. A de José Crespo optou por falar de propostas aos jovens, à terceira idade e sobre infraestrutura para a cidade, além de encerrar com a participação do governador Geraldo Alckmin, que manifestou apoio a José Crespo. Já Raul Marcelo decidiu por manter o mesmo formato do dia anterior, quando o candidato fala de sua vida pessoal, de sua história e, também, de propostas de governo.

José Crespo iniciou a propaganda falando sobre os jovens de Sorocaba, abordando em especial a geração de empregos, por meio de uma coordenadoria de desenvolvimento da juventude, que inclui parcerias com escolas técnicas, faculdades e universidades da cidade. Para a melhor idade, citou o Clube do Idoso, tecnologia e expectativa de vida, colocando no ar entrevista com o médico Ademir Watanabe, que foi secretário de Saúde na gestão de Vitor Lippi, encerrando com a declaração de apoio de Alckmin.

O candidato Raul Marcelo voltou a falar sobre seu crescimento na pesquisa de intenção de votos em 20 pontos percentuais, garantindo-lhe um empate com José Crespo. Incluiu na propaganda, novamente, depoimentos dele sobre família, trabalho, o papel da população no desenvolvimento da cidade, e, também, da participação dos empresários nesse processo, inclusive, na geração de empregos. Comprometeu-se, ainda, em dar incentivos às empresas em Sorocaba.


OCULTAR COMENTÁRIOS
comments powered by Disqus