SOROCABA E REGIÃO

Candidatos falam sobre projeto Sabe Tudo


Os dois candidatos a prefeito no segundo turno das eleições em Sorocaba devem, caso se elejam, reabrir as unidades do Sabe Tudo e das Oficinas do Saber. Foi o que responderam José Crespo (DEM) e Raul Marcelo (Psol) na série que o Cruzeiro do Sul publica com questionamentos sobre temas de interesse da comunidade.


Crespo criticou a atual administração pelo fechamento dos aparelhos e que pretende utilizá-los, num eventual governo, para projetos sociais que seriam realizados pelos jovens e desempregados dos bairros onde estão localizados. Outra proposta é incorporar aos equipamentos atividades culturais e de lazer à comunidade.


Raul Marcelo destacou a inclusão digital da população proporcionada pelos projetos desativados dentro do governo do PSDB. O candidato pretende, se eleito, disponibilizar as unidades como alternativa de formação e de recreação aos jovens, além de oferecer uma estrutura de apoio à população.



Caso eleito, o candidato dará sequência ao funcionamento das unidades do Sabe Tudo e da Oficina do Saber? No caso da unidades do Sabe Tudo, será o mesmo formato de contrato, ou seja, com empresa terceirizada para gerenciar?




José Crespo -O fechamento das 32 unidades do Sabe Tudo e de outras 25 unidades das Oficinas do Saber foi um erro da atual administração. A alegação foi a falta de recursos, mas a cidade perde muito mais com o fechamento. Houve um investimento financeiro grande para construir as unidades e outro para mantê-las até o fechamento. Esse dinheiro não pode ser jogado no lixo. Por esta razão, vamos reabrir todas as unidades de ambos os programas, mas com outra configuração. As unidades vão servir para a realização de projetos sociais a serem desenvolvidos pelos próprios jovens e desempregados dos bairros onde estão. Isto significará geração de emprego e renda, principalmente para os jovens, e o aproveitamento das estruturas. Queremos também que as unidades sejam interessantes para os cidadãos. Primeiro com os projetos sociais e depois também como ponto de lazer e cultura da comunidade. Vamos integrar o Poder Público com a comunidade por meio dessas unidades. É preciso dizer ainda que a construção das unidades da forma como elas foram concebidas foi o outro erro, mas este da gestão anterior à atual. Quando as unidades foram criadas, a ideia era usá-las para aulas de informática e prestação de serviços (como uma lan house). Esta finalidade perdeu o sentido rapidamente. Afinal, a disponibilidade de internet aumentou consideravelmente. Por isto, o projeto ficou defasado. Para manter a estrutura, a Prefeitura contratou a ONG Projeto Pérola, que dava apoio de informática por meio de estagiários. Mesmo assim, várias unidades não tinham procura.



Raul Marcelo -
Os Sabe Tudo são espaços que contribuíram muito com a inclusão digital da população de forma geral e com a formação de inúmeros jovens que seguiram adiante profissionalmente após terem iniciado seus estudos na área da computação. Nós temos grande interesse em incorporar esses espaços para retomar essa função, disponibilizando uma opção de formação e de recreação para a juventude e de uma estrutura de apoio à população de forma geral, que se beneficiava do serviço de impressão e ajuda de um profissional com os problemas de informática. A ONG que administrava o espaço era reconhecida pela população e temos interesse que voltem com o serviço; caso não seja possível, vamos levantar as possibilidades colocadas, seja da Prefeitura garantir o serviço base e firmar parcerias com prestadores de serviços para preencher a grade de horário de todas as unidades.
As Oficinas do Saber se notabilizaram como estrutura auxiliar da rede educacional, levando a uma parte da rede o ensino integral com atividades lúdicas e esportivas. Em debate com os estudiosos, profissionais da rede, pais e estudantes recebemos críticas e elogios à essa iniciativa com base na busca por um ensino integral de qualidade. Nesse sentido, nosso compromisso é de realizar o melhor uso desses prédios através de consulta aos principais interessados na consolidação de uma rede de ensino integral, que abarque a educação contínua por dois períodos com atividades condizentes com o tempo em que o estudante fica à disposição da rede pública municipal.



OCULTAR COMENTÁRIOS
comments powered by Disqus