SOROCABA E REGIÃO

Estrangeiros conhecem reciclagem da Coreso


Acadêmicos e empresários estrangeiros estiveram nesta quarta-feira (27) em Sorocaba para conhecer a divisão de reciclagem de polímeros (plásticos) da Cooperativa de Reciclagem de Sorocaba (Coreso), que integra a Rede Cata-Vida. A visita faz parte de um seminário desenvolvido pela Universidade Federal do ABC (UFABC) e a University of Victoria, do Canadá. Visitantes do Quênia, Argentina, África do Sul, Suécia e Nicarágua participaram do projeto e conheceram os processos de beneficiamento de materiais.
Na Coreso, atualmente, 110 toneladas de polímeros são reciclados mensalmente e a unidade da Rede Cata-Vida tem uma parceria com a Reciclamp, de Campinas, que encaminha 30 toneladas de plástico para Sorocaba por mês e também a Rede Paulista, da Capital, que fazem parte do programa Inter Redes. O trabalho desenvolvido na cidade impressionou os participantes do seminário, que estão buscando iniciativas que rendam bons frutos e são exemplos da economia solidária.


O professor de políticas públicas Adalberto Azevedo, pró-reitor-adjunto de extensão e cultura da UFABC, é também um dos idealizadores do projeto, conta que a ideia de debater a reciclagem como ferramenta de economia coletiva surgiu em 2014, em parceria com cooperativas da região do ABC. "Uma das nossas preocupações centrais é que ocorra a contratação desses trabalhadores pelas prefeituras e, assim, garantir a eles uma remuneração justa, não só pelos materiais que reciclam, mas também pelo serviço ambiental que eles prestam para toda a sociedade", explica.



Leia a versão integral do texto na edição digital, exclusiva para assinantes.
(Clique aqui para fazer uma degustação gratuita)


OCULTAR COMENTÁRIOS
comments powered by Disqus