CULTURA

Tika mostra seu trabalho autoral


Divulgando seu primeiro trabalho autoral, a cantora e compositora Tika se apresenta hoje, às 20h, dentro do projeto Empulso, do Sesc Sorocaba. Conhecida por sua atuação na banda Quizumba, a artista mostra o resultado do EP Tika (2014), que conta com composições assinadas por ela e obras de artistas como Romulo Fróes, Lucas Santtana, Junio Barreto, Rafael Castro e Passo Torto. O Sesc fica na rua Barão de Piratininga, 555, Jardim Faculdade. A entrada é gratuita e o ingresso pode ser retirado a partir das 19h.
"Eu me reuni com o produtor Fernando TRZ, gravamos as músicas só com violão, teclados e bases eletrônicas. Depois disso fomos para o estúdio e convidamos os músicos para participar faixa a faixa. No meio do processo, eu conheci Thiago França, Rodrigo Campos, Pipo Pegoraro, Tatá Aeroplano, artistas que participaram do EP e foram definitivos para a sonoridade alcançada", conta. A artista se apresenta acompanhada por Pipo Pegoraro (guitarra), Otavio Gali (contrabaixo) e Anthony Gordin (bateria).
Ela assina as duas primeiras músicas, cujas letras são autobiográficas e as melodias e harmonias são fortemente influenciadas pela bossa nova e afro sambas. Também tem Doce guia, uma canção de Junio Barreto, e Anjo, uma canção inédita que o compositor Mário Martinez a apresentou e que ficou com vontade de registrar pela influência da bossa nova. No show, além do EP, ainda terá canções de compositores contemporâneos. "É um show bastante baseado nas poesias das músicas, e a sonoridade tende para o rock com intervenções bossa novísticas que valorizam o canto."
Tika, nome artístico de Marina Ignatti Casonato, nasceu em Rio Claro (SP) em 12 de julho de 1989. Sempre se interessou por música, frequentou aulas de dança aos três anos de idade e de coral aos sete. Na adolescência estudou violão, piano, teoria musical, ganhou festivais de música do colégio e fez suas primeiras apresentações como cantora.
Em 2007 se mudou para São Carlos para estudar música. Lá formou sua primeira banda, Quizumba, que já ganhou editais culturais de circulação de shows em homenagem à Tropicália e Elis Regina, e com a qual realiza shows até hoje. Em 2010, ingressou no Conservatório de Tatuí no curso de Canto Popular. Em 2012 mudou para São Paulo, com o intuito de produzir seu primeiro trabalho solo. Em 2013, juntamente com o amigo, músico e produtor Fernando TRZ, começou a pré-produção do seu primeiro disco, em formato de EP.
Em 2014 Tika foi convidada a integrar a Odara, banda oficial da Festa Odara, um dos maiores eventos de música brasileira, realizado em São Paulo. Ela dividiu o palco com músicos reconhecidos na cena autoral local, como Saulo Duarte, Bruno Souto, Tatá Aeroplano, Junio Barreto, Daniel Groove e Nevilton. No mesmo ano, lançou o EP que traz hoje para Sorocaba.


OCULTAR COMENTÁRIOS
comments powered by Disqus