ESPORTES

Ingressos para treinos do Japão e Argélia podem ser retirados amanhã

A distribuição dos ingressos para os treinos das seleções do Japão e da Argélia no estádio municipal Walter Ribeiro (CIC) começam a partir das 8h desta sexta-feira, gratuitamente, na bilheteria do próprio estádio.

Segundo a prefeitura de Sorocaba, serão entregues 1.000 ingressos para o treino do Japão, que ocorre às 16h de domingo (8) e 2.300 para o da Argélia, às 17h30 de segunda-feira (9).

O público, no entanto, será de seis mil ingressos para o treino dos japoneses e 3.000 para os argelinos. No caso do Japão, parte das entradas foram reservadas ao consulado do país e à prefeitura de Itu, cidade onde a delegação ficará hospedada durante o período de treinamento.

Segundo o Comitê Organizador Local (COL) da Copa do Mundo, a quantidade de ingressos a ser distribuída ao público foi definida pelas delegações, junto da FIFA e das próprias delegações.

Para retirar os ingressos, é necessário ser maior de 18 anos e apresentar documento de identidade original. Serão entregues até dois ingressos por pessoa. A distribuição para os dois treinos será feita simultaneamente, em dois guichês distintos da bilheteria.Os bilhetes não poderão ser vendidos ou repassados a outras pessoas.

ERICK PINHEIRO
ASSENTO
A distribuição poderá ocorrer até as 16h no CIC, que fica naavenida Pereira da Silva, 700, no Jd. Santa Rosália

Segurança

Para garantir a segurança e impedir a ação de cambistas, haverá reforço no policiamento com efetivo de policiais militares nas imediações e entradas do estádio, Guarda Civil Municipal e observação pelo sistema de videomonitoramento.

No dia dos treinos, crianças só poderão entrar acompanhadas. Os assentos são livres. Os espectadores passarão por revista pessoal e não poderão ingressar com bebida alcoólica, garrafa, copo, instrumento musical, capacete, guarda-chuva ou objetos de vapor como desodorantes.

Durante o período da Copa do Mundo, além do contingente normal da Polícia Militar, a região de Sorocaba terá o reforço de 400 policiais. São profissionais do 7º Batalhão de Polícia Militar do Interior (BPMI) que terão férias ou licença prêmio adiadas. O comando da polícia informou que só vai coibir protestos se houver depredações e danos.


OCULTAR COMENTÁRIOS
comments powered by Disqus