SOROCABA E REGIÃO

Bandidos executam o subcomandante da GCM e esposa; filho é baleado na cabeça



Abner Laurindo
abner.laurindo@jcruzeiro.com.br

O subcomandante da Guarda Civil Municipal de Mairinque, Laércio de Sousa Lanes, e sua esposa Lindalva Prado Lanes foram executados a tiros ontem à noite dentro da residência do casal, localizada na rua Maria dos Santos Bernardo, no Jardim Vitória. O crime teria ocorrido por volta das 20h15.

Ele foi morto com tiro na nuca e a esposa teria sido baleada nas costas. O filho do casal, de 10 anos, também foi baleado na cabeça, mas socorrido em estado grave no hospital da cidade e transferido com urgência para o Hospital Regional de Sorocaba, onde passaria por cirurgia. Os criminosos invadiram a casa, atiraram no casal e no filho e fugiram em dois carros de propriedade da família, um Palio, que era usado por Laércio, e um Fiesta, usado pela esposa. O subcomandante da GCM não teria reagido aos disparos.

Segundo as primeiras informações prestadas pela polícia, os criminosos capotaram o veículo Fiesta na fuga, a cerca de 300 metros da casa das vítimas. Dois homens saíram do carro e continuaram a fuga a pé. Não se sabe se eles entraram em outro veículo. O Palio foi encontrado cerca de duas horas depois em um bairro próximo do Jardim Vitória, em chamas. O crime brutal mobilizou as Polícias Civil e Militar, além da própria Guarda Civil Municipal. Todo efetivo foi para as ruas na tentativa de localizar e prender os autores. Até a 0h30 de hoje ninguém havia sido preso.

A delegada Simona Ricci Scarpa Anzuino foi ao local do crime e levantou informações preliminares que poderão ajudar na investigação. Laércio tinha 42 anos e se candidatou a vereador nas eleições do ano passado pelo Partido Socialista Brasileiro (PSB). Guardas civis municipais com quem a reportagem conversou não souberam dizer se o subcomandante ou a esposa sofriam ameaça por algum motivo. Informações que circulavam pela cidade eram de que ele pretendia vender a casa em Mairinque com intenção de mudar-se para Sorocaba.(Colaborou: Marcelo Roma)

FÁBIO ROGÉRIO
IMG0007
Delegada foi ao local do crime e levantou informações preliminares


OCULTAR COMENTÁRIOS
comments powered by Disqus