SOROCABA E REGIÃO

Moradores protestam por mais segurança após atropelamento de adolescente

Moradores do bairro Santa Marina 2 impediram o trânsito de veículos em um trecho da rua Luiz Volpi Flório, ontem à noite, ateando fogo em pneus e em pedaços de madeira. A ação foi motivada pela morte da estudante Bianca Calegari, de 15 anos, atropelada anteontem em um ponto de ônibus localizado à rua Leonor Nascimento Pacheco Ramos, próxima ao local do protesto.

Aproximadamente 300 pessoas participaram do ato, observado de perto por seis policiais militares e por integrantes do Corpo de Bombeiros. Segundo o 1º tenente Oliveira, a ação dos moradores foi "legítima e pacífica" e teve o objetivo de chamar a atenção das autoridades para a instalação de uma lombada ou de um radar eletrônico.

O próprio policial militar ajudou a formar uma comissão de cinco moradores durante o protesto e agendou um encontro hoje pela manhã com o presidente da Urbes, Renato Gianolla. A reunião vai servir para que os populares relatem os problemas e as necessidades do trânsito na região.

A auxiliar de serviço Sidnéia Aparecida da Silva Assunção, 33 anos, mora em uma casa localizada na esquina das ruas Luiz Volpi Flório e Leonor Nascimento Pacheco Ramos e diz ter perdido a conta do número de acidentes no local. "Quase todo dia tem uma batida, carro que perde o controle e dá até medo de sair na rua", comenta.

Já o operador de empilhadeira Antônio de Marchi Sobrinho, 43, culpa o governo municipal pelo descaso com os moradores da região. Ele protocolou um requerimento na Urbes, em janeiro deste ano, para pedir a instalação de lombada ou radar e não foi atendido. "Depois da morte da menina, eu voltei lá hoje [ontem] e pedi um retorno da Urbes, mas eles disseram que agora não dá para instalar nada aqui", diz Sobrinho.

A estudante Bianca Calegari foi atropelada anteontem, por volta das 17h30, próximo à sua residência, por um Fusca. Segundo o relato de moradores, o motorista teria perdido o controle do automóvel e invadido a calçada onde estava a garota. Ela foi resgatada por uma viatura do Samu e encaminhada ao Hospital Regional. Ela chegou a ser transferida à Unidade de Terapia Intensiva (UTI), não resistiu aos ferimentos e morreu ontem de manhã.



comments powered by Disqus