CANAL 1
Publicidade (passe o mouse para ouvir)


Record trata Gugu, Xuxa e Faro com certo desprezo



Por: Flávio Ricco
Colaboração: José Carlos Nery


Porque a sua direção decidiu assim, a Record está sempre deixando para o último momento as renovações de contratos de alguns dos seus mais importantes artistas. O Gugu, por enquanto, tem aparecido como assunto mais comentado, mas existem outros tantos, no mesmo grau de importância que ele, até agora com situações absolutamente indefinidas a partir do ano que vem. Rodrigo Faro e Xuxa, por exemplo, entre os mais graves. O falatório em cima e a própria folha de serviços prestados por cada um indicam para a simples continuidade de todos, porém, essa estratégia de sempre deixar tudo para a última hora pode ser vista ou recebida até como falta de respeito. Fora os riscos que esta desdenhosa maneira de proceder significam. A Record não está livre de um deles resolver dar um outro rumo na vida. Até para a saúde de ninguém isso faz bem.


Mudança de rumo

Glória Perez pode até não admitir, mas na concepção de A força do querer, Débora Falabella é quem seria, do lado bandido, o maior nome da novela. Só que no avançar da história este posto foi sendo alcançado pela personagem da Juliana Paes, tanto que a Irene já despencou do elevador três capítulos antes do encerramento.

Cuidado de sempre

Neste momento que o país atravessa, Globo, Record e SBT, entre as principais, passaram a calcular muito mais os seus avanços na área de produção. Todo e qualquer tropeço pode ser fatal. Torna-se necessário, antes de tudo, saber o que cabe ou não no bolso dos anunciantes.


Momento complicado

Ao encontro disso, na terça-feira, estourou a esperada notícia do enxugamento no esporte da Globo e SporTV, por extensão. E a Band, vindo a confirmar sua presença na Copa do Rússia, pode ter certeza fará a cobertura mais enxuta da sua história.

Detalhe

Até por motivos geográficos, com sedes muito distantes umas das outras, não só as emissoras do Brasil, mas do mundo inteiro, forçosamente terão que montar uma logística diferente para a transmissão da Copa do Mundo, na Rússia, ano que vem. País com a maior área do planeta, ele também tem 11 fusos horários diferentes.


Desencontro de informação

Outro caso para se acompanhar: a muitas pessoas da sua confiança, a cantora Anitta continua garantindo que não irá ao Teleton. Questões de agenda, "que ela até gostaria, mas não será possível desta vez". O SBT, por sua vez, continua confirmando a presença da cantora. Inclusive informando que a sua participação será na tarde do sábado.

Placar de Brasil versus Liga dos Campeões continua em branco



Por: Flávio Ricco
Colaboração: José Carlos Nery


Os direitos da seleção brasileira foram colocados à disposição pela CBF e a notícia que se tem é que ninguém apresentou proposta nenhuma. Por ninguém, entenda-se ou inclua-se as muitas emissoras que sempre reclamaram falta de chances de concorrer ou superar a Globo em tais disputas. O curioso é que este desinteresse pelos amistosos e próximas eliminatórias acontece num dos melhores momentos do nosso selecionado, há muito tempo sem perder um jogo e classificado com sobras para a Copa da Rússia no ano que vem. Na sexta-feira teremos a convocação para os encontros contra Japão e Inglaterra em novembro. Por outro lado, pra muito breve, haverá a concorrência da Champions League. A falta de entusiasmo será a mesma ou essa competição que envolve os grandes times europeus irá despertar maior atenção? São casos para se pensar, no mínimo curiosos, que chamam atenção para os seus desfechos.

Deu pane

Telespectadores da Bandeirantes, na noite de segunda-feira, estranharam a inesperada esticada no tempo do Brasil urgente. E motivada por um caso de emergência: o servidor caiu e impediu a entrada do Jornal da Band. Por conta disso, foi necessário um discurso do Datena, de quase 15 minutos, para contornar a situação.

Lançamento

A minissérie Ilha de Ferro, da Globo, com gravações a partir de dezembro, vai apresentar várias caras novas. É o caso da atriz Vitória Ferraz, que impressionou a equipe nos testes para esta produção e até desbancou nomes mais experientes.

Em alta

Jonathan Azevedo, o Sabiá de A força do querer, contrato renovado a perder de vista, já tem novo compromisso de trabalho na Globo. A sua escalação na minissérie Ilha de Ferro acaba de ser confirmada.

Momentos de tensão

A entrevista do Roberto Cabrini com Paulo Maluf, excelente, teve alguns momentos de maior tensão. Embora dissesse aberto para todas as perguntas, algumas que foram feitas incomodaram demais o, hoje, deputado federal. Aliás, registre-se a calma e tranquilidade do Cabrini em conduzir a entrevista e sem nenhum papelzinho na mão.

Saída precoce

A precoce saída do supercampeão Giba do Exathlon Brasil, por vontade dele, era tudo o que a Band não queria. A sua participação, desde o começo, sempre foi considerada essencial para o programa.

"Treze dias longe do sol"

No dia 2 de novembro, o Globo Play, plataforma de vídeo on demand da Globo, fará dois anos. Para marcar a data, a minissérie de 10 episódios, Treze dias longe do sol, será disponibilizada integralmente para os assinantes. A minissérie, que só estreia na TV aberta em janeiro, reúne no elenco Selton Mello, Carolina Dieckmann, Débora Bloch, Lima Duarte, Paulo Vilhena, entre outros.

Filme sobre Edir Macedo

O diretor Alexandre Avancini colocou ponto final nas filmagens de Nada a perder, trabalho sobre a vida de Edir Macedo, líder da Universal e dono da Record. Entrou agora na etapa de pós-produção.

'Fantástico" e "Domingo espetacular': os melhores do fim de domingo




Por: Flávio Ricco
Colaboração: José Carlos Nery


O Fantástico e o Domingo espetacular, Globo e Record, com o tempo e por obra do inconsciente acabaram por se transformar na mais perfeita tradução do fim do final de semana. A ficha que faltava para lembrar a todos da chegada de mais uma segunda-feira. Talvez por aí se explique a paciência no limite e um pouco da má vontade para com eles, levando alguns a optar pelo descompromisso dos concorrentes no horário. No entanto, tanto um quanto o outro são programas colocados acima da curva, que representam bem os esforços dos vários profissionais responsáveis por eles. Considerando apenas o último de cada um, outra vez foram especiais os trabalhos de Gerson de Souza, Domingos Meirelles e Raul Dias Filho no Domingo espetacular. São profissionais que sempre chancelam qualidade às suas reportagens. E o Fantástico seria só mais um Fantástico, na média parecida de outros domingos, não fosse a estreia em tão elevado nível da segunda temporada da série A jornada da vida, começando pelo Nilo Azul e a caminhada de 6 mil quilômetros, da nascente à foz do rio.

Ratificação

Na estreia da segunda temporada de A jornada da vida se revelou mais uma vez perfeito, também no profissional, o casamento da repórter Sonia Bridi com o cinegrafista Paulo Zero. O que ela deixa ou acha desnecessário colocar é dito pelas imagens captadas por ele. Nunca há a redundância, apenas a mais perfeita e combinada complementação.

Condenável

No instante em que se elogia, também se deve condenar o espaço nenhum da Record destinado às comemorações dos 300 anos da aparição da imagem de Nossa Senhora Aparecida. Convicções religiosas à parte, emissora nenhuma, aqui no Brasil, jornalisticamente deveria se dar ao direito de ignorar o fato. Imperdoável.

Próxima parada

Recém-saída de Os dias eram assim, Cassia Kis já tem um novo trabalho pela frente na Globo. Ela fará uma participação especial na minissérie Ilha de ferro, que inicia gravações em dezembro.

Uma coisa é uma coisa...

Assim como é condenável a existência da gatunagem, que as operadoras de TV paga precisam mesmo combater com todas as forças, da mesma forma se deve chamar a atenção para o excesso de comerciais e à intensa repetição de filmes ou programas de muitas emissoras. Uma boa maioria não faz jus ao que se paga por elas.

Ainda sem título

A nova novela da Cristianne Fridman na Record, ainda sem título, será totalmente ambientada no Rio de Janeiro. E já tem todas as suas locações escolhidas. É a substituta de Belaventura.


Rede TV! anuncia nova temporada de "O céu é o limite"




O game show O céu é o limite, apresentado por Marcelo de Carvalho nas noites de sábado da Rede TV!, está garantido na programação 2018, informa a emissora, mas observando um esquema de rodízio. A nova temporada, já em gravação, será exibida apenas durante o primeiro semestre, enquanto, no segundo, o horário voltará a ser ocupado por edições inéditas do Mega senha. Esta foi a maneira encontrada para evitar um desgaste ainda maior dos formatos de Endemol e Fremantle, respectivamente. Sucesso em vários países, O céu é o limite tem alcançado média de 2,5 pontos na Grande São Paulo e existe, evidentemente, o desejo que venha obter um melhor desempenho de audiência. Algo que até poderá acontecer, agora que a emissora retornou às operadoras de TV paga. Conceito importado da Europa, o programa coloca à prova os conhecimentos gerais de seis competidores em rodadas eliminatórias, contando com a ajuda de dois famosos convidados a cada edição. Na Itália, batizado de L’Eredità, é exibido pela emissora RAI e está no ar há 15 anos em edições diárias no horário nobre.
 
‘Dança dos famosos’
Nicolas Prattes e Mayara Araújo nos bastidores da Dança dos famosos (foto). Eles estão em quarto lugar e precisam subir uma posição para seguirem no quadro.
 
Limite
O Exathlon ficará no ar até a primeira quinzena de dezembro. São remotas as chances de uma segunda temporada, porém, é sempre bom aguardar a posição oficial da Band.
 
Planejamento (1)
De acordo com a Globo, o fato de a minissérie Se eu fechar os olhos agora, escrita por Ricardo Linhares, iniciar suas gravações em novembro, mas, para estrear somente em janeiro de 2019 não tem nada a ver com eventos como Copa do Mundo e eleições. É tudo uma questão de estratégia de grade.
 
Planejamento (2)
Em todo mês de janeiro, na Globo, é programada a exibição de uma minissérie. O fato de serem gravadas com antecedência, apenas atende a uma questão de custos. Por exemplo: no início de 2018, entrará 13 dias longe do sol, finalizada há meses.
 
Planejamento (3)
E como é de praxe, por volta de 1 a 2 meses antes da exibição na TV aberta, as séries estreiam na plataforma digital. Vale destacar que foi realizado um estudo que mostra que a exibição antecipada não diminui em nada a audiência na televisão. São públicos praticamente distintos, segunda a emissora. 
 
Arremate
De acordo com o Grupo Globo, essas novidades constantes ajudaram a aumentar o número de assinantes do Globo Play. E a ordem é continuar jogando no ataque.
 
Freio
Muito em breve Viviane Araújo será anunciada em uma nova série da Globo. Até em função disso foi pedido a ela para diminuir o ritmo de participação em programas da concorrência. Gugu e Luciana Gimenez, entre outros, terão que esperar.
 
Não para
Julia Dalavia caiu nas graças dos programas da Globo e tem emendado um trabalho atrás do outro. Depois de Os dias eram assim, ela acertou participação em O outro lado do paraíso. E também foi chamada para Travessia, novela de Thelma Guedes e Duca Rachid, na fila das 18h.
 
Supercomplexo
O MG4, supercomplexo de estúdios da Globo, não ficará pronto este ano. Na melhor das hipóteses, segundo semestre de 2018. 
 
Longa duração
Carinha de anjo poderá chegar a 350 capítulos no SBT. Porém, nada que ameace o domínio de Chiquititas, que teve nada menos que 545 capítulos.
 
Larissa Manoela
Mirela será a personagem de Larissa Manoela em As aventuras de Poliana, nova novela do SBT com estreia prevista para maio de 2018. Por enquanto são feitos segredos sobre o perfil da personagem, mesmo porque é uma estreia que ainda demora. Carinha de anjo ainda terá um bom tempo no ar.

Globo, fora do ar, ganha de Band, Record e SBT em Porto Alegre




Uma geral na grade de todas as emissoras leva qualquer um a verificar que a disputa na TV, nas suas diversas faixas, está cada dia mais intensa. Inclusive, provocando um crescimento bem importante no número de ligados, de acordo com o Ibope. A televisão de hoje não se resume mais ao "prime time", embora ele ainda permaneça como "horário nobre" ou aquele que é o mais procurado pelo telespectador. Mas, as faixas da manhã, tarde e até a madrugada, formando um só conjunto, passaram a ser essenciais para a aferição da média/dia. Daí o próprio Ibope, diferentemente do que acontecia no passado, hoje se preocupar em fornecer resultados das 24 horas. Mesmo que eles registrem certos absurdos, como os cometidos na madrugada da última segunda-feira, dia 9. Em Porto Alegre, a Globo saiu do ar durante 3h07, de 0h49 até 3h56, para manutenção dos seus transmissores, mas ainda assim foi líder de audiência o tempo todo, com incríveis 2,8 pontos. Ganhou do SBT (2,3), Band (2,2) e Record (1,7) que estavam com as suas programações normais. Aí fica estranho.
No papel
Apenas para confirmar, considerando os resultados de setembro de 2016 comparados aos deste ano, o número de ligados no PNT Painel Nacional de Televisão -- observou crescimento de 0,51%. Enquanto que em São Paulo, também de acordo com o Ibope, foi de 2,64%.
 
Conversa de cinema
Convidada do Cinejornal, do Canal Brasil, hoje às 21h, Claudia Abreu fala, em entrevista a Simone Zucolotto, sobre a sua participação em Berenice procura, um dos destaques do Festival do Rio. Dirigido por Allan Fiterman, o filme é uma adaptação do livro homônimo, de Luiz Alfredo Garcia-Roza, lançado em 2005.
 
Programa do Serginho
Recém-indicada ao Grammy Latino 2017, a dupla Anavitória é um dos destaques do Altas horas, na Globo, depois do Zorra. Entre sucessos como Trevo e Singular, as cantoras comentam sobre a rápida ascensão da carreira, que começou em 2015, e a amizade com o cantor Tiago Iorc.
 
Outros nomes
A Record continua acelerando na escalação de elenco da próxima novela de Cristianne Fridman, substituta de Belaventura. Só nesses últimos dias foram acertadas as participações de Letícia Peroni (Andrea), Rick Tavares (Bruno), Gustavo Rodrigues (Edvaldo), Cacá Ottoni (Rebeca), Brenno Leone (Baltazar) e Giselle Batista (Angélica).
 
Pela ordem
O Viva já tem decidido que Bebê a bordo, do Carlos Lombardi, irá substituir Tieta, a partir do seu encerramento em 16 de dezembro. Lombardi, que recentemente deixou a Record e ainda não tem nada acertado com outra emissora. E no lugar de Por amor vai entrar O fim do mundo, de Dias Gomes.
 
Lambança
Terminou da pior forma possível a confusão envolvendo O sétimo guardião. Lamentavelmente, o trabalho foi parar na lata do lixo. Perderam todos: Globo, Aguinaldo, Cerceu... e, principalmente, o telespectador. Quem teve acesso à sinopse, garante, a novela reunia todos os elementos de um grande sucesso. Porém, diante dos fatos, a emissora agiu certo ela é maior que tudo isso; quanto ao autor, agora vai ter que criar outra história, sob pressão e, ainda, depender de avaliação da Teledramaturgia. E, cá pra nós, nesta altura da vida, Aguinaldo, de tantos sucessos, não precisava passar por tamanho constrangimento.