REPÓRTER CIDADÃO
Publicidade (passe o mouse para ouvir)


Matagal




A falta de roçagem e consequente aumento de mato em imóveis e terrenos criam um ambiente ideal para a proliferação de ninhos e abrigos de animais peçonhentos, focos de reprodução de mosquitos, e são um convite para acabarem virando depósito de lixo. O flagrante do Repórter Cidadão Luiz Antonio Proença mostra uma situação como essa na rua Nicolau Alonso Filho, no bairro Santa Rosália. O local não é um terreno vazio, mas sim uma residência, cuja falta de cuidados acaba prejudicando tanto vizinhos como pedestres, que não conseguem trafegar pela calçada.

Legumes na praça




O número de pessoas que vive pelas ruas do centro de Sorocaba tem aumentado a cada dia. E, com eles, as ruas, calçadas e praças centrais também passaram a ser palco de cenários inusitados. Um exemplo pode ser visto no flagrante feito pelo repórter-fotográfico Emidio Marques em plena Praça Coronel Fernando Prestes. Legumes cuidadosamente separados, um pacote de sal de cozinha e duas panelas são o indício de que, por ali, alguém se organizava para preparar uma refeição.

Lixo fora de lugar




Parte da calçada da rua Gonçalves Crespo, na Vila Santana, se tornou ponto de colocação de entulho e materiais inservíveis. O flagrante do Repórter Cidadão Luiz Antonio Proença mostra um sofá abandonado no espaço, assim como a carcaça de uma televisão. Infelizmente, nestes casos, é a própria população que realiza o descarte inadequado e precisa se conscientizar que, além de gerar lixo, essa atitude contribui para a proliferação de doenças e para que as estruturas virem ninho de animais peçonhentos ou criadouros de larvas de mosquitos.

Fé na padroeira




O 12 de outubro foi, mais uma vez, data de oração e devotação para os católicos, por conta da passagem do Dia de Nossa Senhora Aparecida, padroeira do Brasil. E esse ano a data foi ainda mais especial, em razão da comemoração dos 300 anos do encontro da imagem original da santa, nas águas do rio Paraíba. Na foto, o registro do repórter-fotográfico Emídio Marques de um dos vitrais da nova igreja do Santuário de Aparecidinha, em Sorocaba.

Perigo no caminho




Andar pelas ruas do centro da cidade tem se tornado, cada vez mais, uma grande aventura. Caminhar olhando para o chão é essencial para evitar acidentes, como os que podem acontecer nesse ponto da calçada da rua Padre Luiz. Um grande buraco torna o local perigoso para uma queda, torção de pé ou mesmo tropeço. Os pedestres que circulam pela região pedem providências aos responsáveis para a solução do problema.