CARTAS
Publicidade (passe o mouse para ouvir)


Política brasileira




Saiu a lista do Fachin! Quem sobreviverá à Lava Jato? Como, depois dela, serão as regras eleitorais para próxima campanha? Haverá algum político lá ainda pensando no Brasil ou, mais do que nunca, só estão pensando, muitos, em salvar a própria pele e, todos, nas as urnas em 2018?

Uma demonstração clara de que a única coisa que não interessa nem um pouquinho sequer lá em Brasília é o Brasil está bem retratada no súbito comportamento oposicionista do senador Renan Calheiros (PMDB-AL). De apoiador incondicional do governo Temer a crítico-mor do mesmo governo.

Evidentemente que paira silenciosa uma nuvem de medo do alto índice de renovação dos quadros políticos; e ela rapidamente se espalha, tanto entre os políticos de oposição, quanto entre aqueles que apoiam o governo. Exemplo: antes da lista do Fachin, alguns pontos da Reforma da Previdência eram "inegociáveis"; depois dela, o que mais o Planalto vem fazendo é exatamente recuar em pontos importantes da antes intocável reforma. Motivo? Ora! É simples: quem é que lá estaria disposto a ir para o sacrifício político em nome de um governo com baixa popularidade?

O que diferenciará as próximas eleições das anteriores é que, nas anteriores, havia sempre aquela busca pela formação de alianças. Já nestas, o que há é um sentimento de preservação, de "salve-se quem puder". Não por outro motivo as velhas raposas tricotam na sombras a aprovação de uma reforma política no mínimo sacana, pela qual conseguirão se manter em seus postos, sem que o eleitor saiba como eles conseguiram tal façanha. O tonto do eleitor votará no partido, e não mais no candidato. O partido (entenda-se: as velhas raposas) é que escolherá quem comporá o Congresso numa lista fechada. E aí...!

EZIO VESTINA JUNIOR


Símbolos religiosos


Carnaval, festa na qual se extravasa a alegria e a descontração do povo. Mas infelizmente, dentro deste ínterim, a ousadia vai além de uma simples diversão, indo para a triste banalização dos valores éticos quando mistura-se o sagrado ao profano em total desrespeito aos nossos símbolos religiosos. Demonstra-se na avenida que o imaginário não tem limites. A nós só resta pasmar e, indignados, aceitar que dentro dessa festa estranha vale tudo, até mesmo a banalização da religiosidade.

JOAQUIM ALVES DE OLIVEIRA

Reforma da Previdência




A sangria da Previdência Social é no setor público e isso se explica porque os servidores recebem aposentadoria igual ao salário integral e o INSS paga o benefício máximo no valor de R$ 5.531,00 atualmente.

A proposta de reforma que está no Congresso é de manter um teto único de aposentadoria para todos os funcionários públicos -- os militares não serão atingidos pela reforma. Aqueles que desejarem uma aposentadoria maior devem fazer um plano de previdência complementar.

Segundo as palavras do ministro Benjamin Zymler, do Tribunal de Contas da União, referindo-se aos servidores públicos, "o problema somos nós". Ele afirmou ainda que "não há como ajustar sem cortes".

Sendo a aposentadoria direito universal, deve ser igualitária. Neste ponto, entendo que a reforma, além de necessária, é justa.

LUIZ ANTONIO VIDEIRA


Falta d'água



Em relação aos moradores da Vila Assis que reclamam das enchentes constantes e assoreamento do córrego lá existente, a solução na qual o Saae deveria trabalhar seria a de desobstrução do rio Sorocaba.

Falam agora em uma estação de tratamento no Vitoria Régia que duvido que saia tão cedo e que colherá água suja vinda de todas as regiões da cidade tornando, é claro, bem mais caro esse tratamento.
JOSÉ DIAS

Resposta - O Saae/Sorocaba está desenvolvendo entendimentos com o Departamento de Águas e Energia Elétrica (DAEE) com o objetivo de retomar o trabalho de dragagem e desassoreamento do leito do rio Sorocaba, que foi desenvolvido de forma sistemática nos últimos 20 anos. Sobre a implantação da Estação de Tratamento de Água Vitória Régia, destacamos que a sua implantação é uma realidade, se constituindo numa importante alternativa ao sistema Itupararanga/ETA Cerrado, atualmente em operação, justamente por possibilitar a captação de água bruta para tratamento diretamente no rio Sorocaba, o que será possível pela qualidade das suas águas, que melhorou substancialmente nos últimos anos.

Informamos ainda que para viabilizar as operações da nova ETA Vitória Régia, um amplo trabalho de análises e pesquisas foi desenvolvido, culminando com a implantação de uma unidade-piloto, que operou por alguns meses, com a captação das águas do rio e o seu tratamento, e cujos resultados apontaram para a viabilidade do projeto, inclusive do ponto de vista financeiro, e que agora está se concretizando, com a publicação da licitação que vai permitir a contratação de empresa especializada para a execução das obras, que serão finalizadas em 30 meses, a partir da assinatura do contrato com a empreiteira vencedora.

SAAE / SOROCABA

Trevo da morte




É com tristeza que vejo na coluna Do Leitor de 9 de abril o questionamento de um munícipe em relação ao problema que está causando o novo semáforo implantado no trevo da morte, na divisa entre Sorocaba e Votorantim. Notadamente o problema foi resolvido do lado de Sorocaba, mas em Votorantim ainda persiste, atrapalhando ainda mais todo o trânsito naquele local.

Acredito que a melhor solução seria retirar o semáforo, porque os motoristas negociavam muito bem o cruzamento, embora perigoso, e não se formavam grandes congestionamentos como tem constantemente acontecido nos dias atuais.

Acho que a Prefeitura de Votorantim, ao invés de se silenciar quanto ao assunto, deveria se pronunciar e explicar por qual motivo não foi feito o retorno do lado de sua jurisdição. Não dá para resolver o problema pela metade, ou resolver de um lado e piorar do outro como claramente acontece ali.

LEONARDO GALLO ALMENARA

Resposta - (Não houve resposta da Prefeitura de Votorantim)


Centro esportivo


Os frequentadores do Centro Esportivo do Jardim Simus agradecem o retorno do horário anterior de funcionamento deste espaço de lazer, ou seja, das 8h às 18h. E aproveitamos para lembrar da necessidade da reforma das duas canchas de bocha.

MILTON MOYSÉS

Resposta - Informamos que a reforma das canchas de bocha, bem como dos demais espaços do referido próprio municipal, já foram solicitados por essa secretaria e devem ser realizadas brevemente. A retomada do horário de atendimento dos centros esportivos aos finais de semana foi realizada para possibilitar que mais pessoas tivessem acesso à estrutura e às atividades mantidas pela Prefeitura de Sorocaba nesses espaços.

SECRETARIA DE ESPORTE E LAZER

Correios


Todos os meses as cartas não chegam pelos Correios. Isso virou uma rotina. Com isso, pago as contas atrasadas, o que vem causando muito problema. Tenho que gastar com passagem para ir ao centro pagar as contas atrasadas.

JEFERSON APARECIDO DE ARAUJO

Resposta - Os Correios não constataram atrasos nas entregas de correspondências na rua em que reside o leitor, no bairro Nova Aparecidinha, em Sorocaba. Ressaltamos que a distribuição domiciliária neste endereço é feita regularmente, embora não ocorra todos os dias.

CORREIOS