CARTAS
Publicidade (passe o mouse para ouvir)


Adutora




Venho por meio desta nota apresentar meu descontentamento em relação ao abastecimento de água. Há aproximadamente 13 anos houve um deslizamento de terra e ficamos por mais de 10 dias com abastecimento comprometido. Passados alguns anos, houve novamente rompimento da rede de alimentação de água. Após três anos do último acontecimento, o problema aconteceu novamente, precisando o prefeito decretar estado de calamidade para efetuar reparos com urgência, por sinal com muita rapidez.

Mas vêm as minhas indagações: será que os responsáveis anteriores e o atual sabiam que poderia acontecer este rompimento a qualquer momento? Não seria justo elaborar um plano de contenção definitiva, com cronograma definido com custos pré-estabelecidos, esclarecendo e mostrando uma solução viável e definitiva, alem de elaborar uma rede extra de captação auxiliar?

ANTONIO CARLOS TOTTA

Resposta - Agradecemos por sua manifestação e destacamos que concordamos plenamente com as suas ponderações a respeito das adutoras que trazem água bruta da represa de Itupararanga até a ETA do Cerrado, para tratamento e distribuição em Sorocaba. Desde o início da atual administração municipal, o prefeito José Crespo manifestou a sua preocupação quanto ao assunto.

No dia 9 de janeiro deste ano, a direção do Saae assinou despacho dirigido aos engenheiros responsáveis, determinando que a partir daquela data deveria ser dada atenção especial às adutoras, com a colocação em prática de medidas preventivas e emergenciais. Tais ações tiveram início imediatamente, porém em 31 de janeiro mais um acidente ocorreu, com o rompimento da adutora de 800 mm de diâmetro, num dos pontos considerados problemáticos.

Diante do ocorrido, uma grande mobilização emergencial foi montada, para que a recuperação fosse realizada no menor espaço de tempo possível. Desta forma, uma intervenção que normalmente levaria duas semanas, foi concluída em apenas uma.

Vencida essa batalha emergencial, a direção da autarquia retomou a determinação inicial, de atenção especial às adutoras, e no dia 13 de fevereiro realizou reunião com os seus engenheiros, quando foram definidas as diretrizes do plano de ações preventivas para as adutoras, que além das intervenções de manutenções pontuais a serem realizadas, conta também com a reativação do trabalho dos "corredores de linha", temporariamente desativado pela administração anterior, que são os funcionários da autarquia que percorrem diariamente os 14 quilômetros da adutora, procedendo a inspeção visual em todo o seu trajeto e anotando todas as alterações que detectam, para posterior execução de manutenções pelos técnicos e engenheiros.

SAAE/SOROCABA

Insegurança




Em atenção ao editorial "Cidade mais violenta", publicado na edição de 14 de fevereiro, a SSP esclarece que está trabalhando para a redução dos indicadores criminais e todos os esforços têm sido feitos para aumentar a segurança dos cidadãos da região. Os setores de inteligência da polícia analisam os locais e circunstâncias das ocorrências para direcionar o patrulhamento e políticas públicas e, assim, reverter a curva estatística.

Em janeiro, o secretário Mágino Alves Barbosa Filho recebeu os comandos das polícias Civil e Militar na região para discutir medidas de segurança, traçar estratégias e operações conjuntas. Em 2016, as polícias prenderam 3.984 pessoas, apreenderam 285 armas ilegais e recuperaram 1.115 veículos. Vale ressaltar que a taxa de homicídios do município, de 9,83 ocorrências por 100 mil habitantes, apresenta queda de 58,8% desde o início da série histórica, em 2001.

SECRETARIA DA SEGURANÇA PÚBLICA


Gol contra

Gol bizarro sim, mas não foi só culpa de quem chutou a bola. O João Paulo não foi culpado sozinho, o goleiro do São Bento, Rodrigo Viana, também foi: 50% de cada um, porque lugar de goleiro é embaixo dos três paus, no gol. Não pode ficar onde ele estava, na meia-lua da área grande.

Eu conheço a posição, goleiro é guarda-metas, guarda-valas, tem que guardar, não pode deixar a meta sem motivo. E na hora do gol não tinha motivo para o goleiro estar lá onde estava.

Quando o goleiro não guarda o seu gol, uma hora ou outra acontece essas coisas, leva gol inesperado. Portanto, não só o jogador João Paulo tem culpa, o goleiro também. Se o goleiro estivesse no seu lugar, que é dentro do gol, ele pegaria a bola facilmente.

Lugar de goleiro, que é a posição mais difícil do futebol, é dentro do gol, não é para ficar "lendo jornal", é para estar sempre atento.

ERNESTO DEL MASTRO

Além Linha



Há muito tempo que a administração municipal praticamente se esqueceu do Além Linha, especialmente da Vila Santana e suas adjacências. Nós temos vias secundárias, destacando as ruas Tiradentes, Deodoro Reis, Porto Carrero, Foschi Baddini, Xavier de Araújo e Padre Guerrazzi, que praticamente só receberam a camada asfáltica quando foram entregues à população pela primeira vez e nos dias de hoje precisam ser recapeadas novamente.

Mas tirando os destaques acima descritos, a reforma do CEI 02 Professora Marina Grohmann é a maior prioridade do nosso bairro, pois as administrações anteriores praticamente abandonaram o mesmo e não levaram em conta as vezes que nós estivemos em comissão de moradores pleiteando essa reforma.

O CEI 02 é uma escola totalmente inacessível, com as raízes das árvores expostas, degraus dentro e fora da escola. A cozinha e o depósito de materiais precisam ser realocados. O muro que circunda toda a área escolar está num estado deplorável e precisa ser refeito em curto prazo.

A realidade é uma só: a Secretaria de Obras precisa olhar com carinho nossa reivindicação. Mandem o Departamento de Engenharia da pasta vir até o local e ver a veracidade dos fatos, eles terão uma solução civil para o caso.

ODAIR RAIMUNDINO DUTRA

Resposta - A Secretaria de Conservação, Serviços e Obras informa que as equipes realizarão vistorias nos locais indicados e farão levantamento dos problemas apontados. Com relação às ruas Porto Carrero, Foschi Baddini, Xavier de Araújo e Padre Guerrazzi, a secretaria informa que elas estão incluídas na programação de recapeamento asfáltico, contudo, ainda não há previsão de execução, uma vez que a secretaria aguarda definições sobre a priorização dos serviços.

Destacamos ainda que a secretaria fez a inclusão das ruas Tiradentes e Deodoro Reis no cadastro de programação do de recapeamento asfáltico, uma vez que não estavam incluídas.

Com relação à reforma do CEI 02, a Secretaria de Educação, por meio da Divisão de Apoio Logístico, esclarece que a atual administração vem trabalhando com valores e projetos aprovados pelo Plano Plurianual (PPA) 2014/2017 e pela Lei Orçamentária Anual (LOA) 2017, nos quais a reforma do CEI 02 não foi prevista para atendimento neste exercício de 2017.

A secretaria aproveita para informar que já está em estudo novos projetos, incluindo a reforma citada. Neste período, estão sendo atendidos os pedidos pontuais de manutenção da referida instituição escolar.

SECRETARIA DE CONSERVAÇÃO, SERVIÇOS E OBRAS E SECRETARIA DE EDUCAÇÃO